Adaptação da light novel Record of Grancrest War ganha seu trailer

Por Nerd Start
Em Otaku
jun 29th, 2017
0 Comentários
64 Views

O site oficial da adaptação para anime da light novel Record of Grancrest War (Grancrest Senki) de Ryo Mizuno (autor) e Miyuu (ilustração) colocou online um trailer e imagem promocional, confirmando igualmente que o projeto é uma série anime que vai estrear nas TVs em Janeiro de 2018.

Quanto a staff foi confirmado que a animação foi entregue ao estúdio A-1 Pictures (Sword Art Online, Magi), a direção é de Mamoru Hatakeyama (Shōwa Genroku Rakugo Shinjū, Sankarea: Undying Love), oa rgumento é de Mamoru Hatakeyama e o design de personagens é de Hiroshi Yakou (diretr de animação de Prison School, Heavy Object).

Quanto a seiyuu temos:

  • Yūichi Nakamura como Irvin
  • Reina Ueda como Aishela
  • Satoshi Hino como Lassic David
  • Yoshitsugu Matsuoka como Moreno Dortous
  • Natsumi Takamori como Priscilla
  • Ai Kayano como Marrine Kreische
  • Takahiro Sakurai como Villar Constance
  • Wataru Hatano como Mirza Kooches
  • Yūichi Iguchi como Alex Deux
  • Kentarō Kumagai como Theo Cornaro
  • kari Kitō como Siluca Meletes.

O 8º volume de Record of Grancrest War vai ser lançado a 19 de Novembro e a história desenrola-se num continente governado pelo caos. O caos produz desastre, mas os senhores do continente têm o poder de “Crest” (Holy Seal) que pode acalmar o caos e proteger as pessoas. No entanto, antes que alguém se aperceba, os governantes põem de lado o seu credo de purificar o caos, e em vez disso começam a lutar entre si pelo “crests” uns dos outros e ganhar o domínio sobre os outros.

No centro da história encontramos Shirūka, um mago isolado que despreza os Senhores por abandonarem o seu credo, e um cavaleiro errante chamado Theo, que está numa jornada de treino para um dia libertar a sua cidade natal, que está sob uma tirania. Shirūka e Theo fazem um juramento eterno um ao outro como senhor e servo, e trabalham juntos para reformar este continente dominado por guerras e caos.

fonte.: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

facebook comments: