AOC lança campanha focada no aumento do reconhecimento aos atletas profissionais de e-Sports

Por Nerd Start
Em Games
maio 23rd, 2016
0 Comentários
266 Views

Com o lançamento dos monitores Hero, Sniper e Speed, primeira linha de produtos gamer da AOC no Brasil, a marca inicia também a campanha “Eu sou gamer, assinada pela agência de publicidade Today, para desmistificar as polêmicas em torno dos profissionais deste segmento. Um vídeo no estilo manifesto protagonizado por alguns dos principais nomes do universo gamer no Brasil será veiculado no Facebook e YouTube da AOC, além das redes sociais dos protagonistas da campanha, a partir de 19 de maio.

O manifesto conta com a participação dos atletas de e-Sports Kamikat e Zigueira (ambos da equipe Pain Gaming) e da Paola Buzz, YouTuber que produz gameplays.  “Estamos trazendo para o Brasil a elogiada linha de monitores gamer da AOC e optamos por uma campanha que desse voz às pessoas que consomem este tipo de produto”, afirma Luis Bianchi, gerente de marketing da TPV, empresa responsável pelos monitores e TVs da AOC.

Dados recentes apontam que um em cada quatro brasileiros afirmam jogar games. De acordo com a Associação Brasileira de Games (Abragames), nos últimos cinco anos, esse segmento da indústria brasileira cresceu a taxas entre 9% e 15%.

“O nosso maior objetivo é mostrar que este trabalho está cada vez mais profissionalizado e que existe toda uma equipe por trás dos atletas. Temos uma comissão técnica, psicólogos e analistas, por exemplo”, afirma Kamikat, atleta do time de League of Legends da equipe profissional Pain Gaming, além de um dos participantes da campanha. O jogador é o atual campeão brasileiro e disputou o último campeonato mundial representando o Brasil.

A produção conta com efeitos de câmera e luminosidade que se encaixam no estilo de trabalho de cada um deles (estratégia, tiro, etc.). Frases gravadas em off se misturam com cenas dos jogadores demonstrando esforço e dedicação em suas atividades. Segundo Zigueira, jogador profissional de Battlefield, há muito preconceito com quem vive de games. “No início é difícil, ninguém acredita, todo mundo acha que é uma brincadeira, mas ser gamer é fazer profissionalmente algo que se gosta e ainda tirar sustento disso. Não tem preço se trabalhar com algo que gosta”.

“Precisamos de ações como essa. O segmento gamer é um iceberg, porque as pessoas não têm noção do quão grande ele é. Para ter uma ideia, o campeonato de League of Legends (LoL) tem mais audiência nos canais de TV do que muitos outros esportes”, afirma Paola Buzz, YouTuber que produz gameplays – vídeos que explicam como o game pode ser jogado – principalmente focados em LoL.

Além do vídeo manifesto, a marca contará com uma websérie de três capítulos que mostrarão os bastidores do mundo profissional de e-Sports, com os personagens: Kamikat (atleta – primeiro episódio), MiT (treinador – segundo episódio), Paada (empresário – segundo episódio) e Paola Buzz (YouTuber – terceiro episódio). Os três primeiros fazem parte da Pain Gaming, maior time de esportes eletrônicos do país, enquanto a última possui mais de 180 mil inscritos no seu canal do YouTube. Eles irão compartilhar seus cotidianos, experiências e perspectivas para o cenário para o futuro. A websérie vai iniciar em junho e se encerrar em julho de 2016, com vídeos quinzenais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

facebook comments: