WoW: Warlords of Draenor lança patch 6.2 trazendo conteúdos novos ao MMORPG

Por Nerd Start
Em Games
jun 24th, 2015
0 Comentários
111 Views

A Blizzard é craque em manter seus games alimentados com novas atrações para os fãs. A atualização 6.2 para “Warlords of Draenor”, expansão para “World of Warcraft“, é mais uma prova disso: tem muito conteúdo novo para os amantes do MMORPG.

Resumidamente, as novas atrações da atualização, intitulada “Fúria do Fogo do Inferno“, são:

  • Selva de Tanaan: nova zona com missões em mundo aberto para buscar novos tesouros e criaturas raras. Será necessário cumprir uma série prévia de missões e objetivos de batalha para acessá-la;
  • Cidadela Fogo do Inferno: é a nova raide que trará 13 chefes para os jogadores derrotarem. Os desafios darão itens de nível 675 a 685 aos aventureiros que se arriscarem na imponente fortaleza da Horda de Ferro. O nível geral das missões vai até 735 na dificuldade Mística;
  • Estaleiro e Missões Navais: personagens com guarnição de nível 3 poderão construir um estaleiro para também batalhas no mar, sendo possível comandar sua própria armada, enviar navios para a guerra e construir submarinos, porta-aviões, naus e transportadores de suporte;
  • Dificuldade Mítica: as masmorras de Draenor agora ganharam uma nova dificuldade para testar as habilidades dos jogadores. Os desafios cumpridos nesta dificuldade rendem equipamentos com nível 685, com chances também para conceder equipamentos forjados para a guerra com nível de item 705. Além disso, todos os chefes dão chance de usar um rolamento de bônus, usando o Selo do Destino Inevitável.
  • Eventos Bônus: traz um calendário rotativo de sete atividades diferentes que concedem um bônus passivo para uma atividade específica do jogo. As missões serão únicas, assim como suas recompensas, sendo que suas especificações de riscos e prêmios, caso sejam cumpridas, serão detalhadas na tela do jogo.

fonte.: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

facebook comments: