Você já ouviu falar em racionamento de internet? Isso pode virar realizade no Reino Unido

Por Nerd Start
Em Tecnologia
maio 5th, 2015
0 Comentários
204 Views
O aumento no uso da web pode obrigar o Reino Unido a fazer um racionamento de internet nos próximos 20 anos. De acordo com Andrew Ellis, professor de comunicações ópticas da Universidade de Aston, se as taxas de utilização mantiverem o nível de agora, em 2 décadas a Grã-Bretanha pode enfrentar uma séria crise energética.

Hoje em dia, o uso da rede consome 8% de toda a energia do Reino Unido. Isso corresponde à transmissão, armazenamento de dados, uso de dispositivos móveis, PCs e televisões. De acordo com estimativas, o número dobra a cada 4 anos. “Cada vez que velocidade da Internet aumenta, a eletricidade gasta para transferir essa energia também aumenta”, explica o professor.

Ainda segundo Ellis, os cabos e fibras ópticas terão alcançado seu limite em 8 anos: “A demanda se aproxima cada vez mais da capacidade oferecida. A não ser que apresente idéias realmente radicais, nós estamos indo para ver os custos aumentam dramaticamente”, conta.

As estimativas não são boas: por volta de 2035 a internet pode consumir toda a capacidade de energia local. Pensando em resolver o problema o mais rápido possível, a Royal Society convocou uma reunião com engenheiros, especialistas e operadoras para discutir o problema. As soluções apontadas por Ellis são o racionamento da internet e o aumento no valor cobrado pelas operadoras.

“As redes de comunicação deverão enfrentar uma escassez de capacidade potencialmente desatrosa, já que demanda de dados deve superar a capacidade das fibras ópticas que transportam o sinal de internet. Este encontro reúne especialistas para discutir por que estamos caminhando para uma crise de capacidade, o que pode ser feito para evitá-la, e qual será o o impacto se não fizermos nada”, afirmou um porta-voz do instituto.

fonte.: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

facebook comments: