Em entrevista designer revela que controle do Xbox One teve mais de 200 protótipos

Por Nerd Start
Em Games
nov 26th, 2014
0 Comentários
117 Views

Em entrevista para o site MCV, Carl Ledbetter, designer responsável pelo visual do Xbox One, revelou alguns detalhes sobre o processo de desenvolvimento do console. Segundo ele, o controle do videogame passou por mais de 200 protótipos para, enfim, chegar em seu formato de lançamento.

Ledbetter afirma que sua equipe de 35 membros trabalhou durante três anos no dispositivo. Nesse período, o controle foi testado durante 500 horas, processo que contou com a participação de 1.100 consumidores.

“Ninguém comenta sobre as pequenas coisas do hardware”, explica o designer. “Se alguém está usando o controle de depois de 30 minutos diz ‘minhas mãos estão doendo’, então significa fracasso. Mas se depois dos 20 minutos o jogador continuar a pensar no game, então estamos fazendo um bom trabalho”. Ledbetter ainda faz uma comparação, dizendo que o trabalho feito no joystick e no Xbox One é a mesma coisa que a fabricação de carros esportivos de luxo. “É como se você abrisse a porta e sentisse que a maçaneta é um pouco estranha”.

Tamanho do Xbox One

Na mesma entrevista, Ledbetter conversou sobre as críticas sobre as proporções do Xbox One. Segundo ele, o tamanho nada discreto do console pode ser justificado por questões relacionadas ao desempenho da plataforma. “Todo mundo fica frustrado, porque o que nós queremos é que ele seja fino, que não aqueça e seja rápido de montar. Mas a verdade é que existem verdadeiros problemas no que se refere a refrigeração enquanto você está empurrando um determinado número de watts no processador. Portanto, a coisa tem que ter o tamanho necessário para aguentar isso. Há sempre uma dinâmica interessante entre a engenharia e design, além das restrições em torno do desempenho.”

Em comparação com a geração passada, o Xbox One é mais pesado que seu antecessor Xbox 360. De frente com seus rivais, PS4 e Wii U, a plataforma da Microsoft é visivelmente maior.

fonte.: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

facebook comments: